Dom Peruzzo : encontro dos bispos paranaenses com o Papa Francisco



Os bispos do Regional Sul 2 da CNBB, que corresponde ao Estado do Paraná, realizaram na última semana de fevereiro a sua visita ad Limina Apostolorum ao Vaticano, no âmbito da qual foram recebidos pelo Santo Padre no último dia 24. O arcebispo de Curitiba Dom José Antônio Peruzzo visitou a Rádio Vaticano, Vatican News e contou como foram esses dias em Roma e o encontro com o Papa Francisco.

Esses dias em Roma – disse dom Peruzzo – foram dias de graça e não foi apenas o dever cumprido, a formalidade exigida, as tarefas reclamadas estatuídas, parte de qualquer organização. Os encontros nos diversos Dicastérios foram iluminados pelo encontro pessoal com o Papa Francisco. Estávamos lá, os 18 bispos numa conversa, em uma roda, só faltou o chimarrão; somos do Sul do Brasil, ou então uma cuia de tacacá, se fossemos do Norte. Isto é, 3h10 conversando de maneira muito familiar. O Papa mesmo a nos indicar: 'se querem água, está ali. Se precisarem de toalete é neste lado, vamos conversar'.
Dom Peruzzo disse que o bispo encarregado de fazer um discurso para o Papa levantou-se - a deferência o exigia -, para fazer o discurso. "Não, não, pode sentar – disse o Papa - aqui vamos conversar". Naquela conversa - continuou o arcebispo -, nós fazíamos perguntas e ele respondia. Percebia-se o homem sábio o teólogo consistente. Percebemos a riqueza do pensamento do Papa, a familiaridade o afeto, a serenidade. Problemas de grande complexidade e ele falava de maneira simples sem perder a profundidade e ao mesmo tempo sem temer os desafios. Outro dado que eu gostaria de afirmar e reafirmar ao ouvinte da Rádio Vaticano, vez por outra dizem que entre os dois Papas, o Papa Francisco e o Papa emérito Bento existem diferenças, às vezes até descontinuidades, em algum tema até divergências de difícil  superação. Olha, por seis vezes o Papa Francisco, diante das diversas questões e problemas propostos e perguntas formuladas, em 6 vezes Francisco mencionou discursos palavras ou escritos de Bento XVI. Não existe incompatibilidade ou descontinuidades, são duas personalidades diferentes como são até os filhos numa mesma família, mas há continuidade e os ouvidos e os olhos dos bispos do Paraná podem atestar isso. 
FONTE: VATICAN NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário